Hora certa:
 

Notícias

PTC Therapeutics inicia ensaio clínico com pacientes hospitalizados com Covid-19 para avaliar potencial tratamento

A PTC Therapeutics anunciou que diversos hospitais, estão recrutando pacientes hospitalizados com Covid-19 para um estudo de fase 2/3 para investigar o PTC299, um inibidor da diidroorotato desidrogenase (DHODH) como um tratamento potencial para a doença. Uma lista completa de hospitais que participam do estudo pode ser encontrada em https://www.clinicaltrials.gov.

O estudo começou em julho nos Estados Unidos após a autorização da Food and Drug Administration (FDA), agência reguladora americana, e inclui unidades na Espanha, Austrália e Brasil, onde a PTC atua há 5 anos. A PTC recebeu aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e tem pacientes em estudo no país.

O PTC299 é uma terapia oral experimental com um novo mecanismo de ação dupla que tem o potencial de abordar os dois elementos críticos da Covid-19: alta replicação viral e uma resposta imune causada pela tempestade descontrolada de citocinas resultante da infecção por SARS-CoV-2.

"Sabemos que a vacina trará o mundo para a normalidade novamente. Mas mesmo assim, os casos de Covid continuarão acontecendo. Por isso é importante estabelecer um tratamento eficiente. Não é só a vacina que salvará vidas. E nós estamos comprometidos em trabalhar com a comunidade científica. Sabemos da importância desta parceria com centros médicos de excelência e de fazer parte dos esforços para resolver esta crise global de saúde pública", afirma Rogério Silva, vice-presidente e gerente geral da PTC Therapeutics no Brasil.

"O PTC299 demonstrou uma inibição potente da replicação viral em ensaios baseados em células SARS-CoV-2, o que levou a PTC a avançar rapidamente para os estudos clínicos", completa Silva.

O estudo integrado de Fase 2/3 avaliará a eficácia e segurança do PTC299 em 380 pacientes. O objetivo principal é avaliar a eficácia clínica do PTC299 em comparação com o placebo avaliado pelo tempo até a melhora respiratória em indivíduos adultos hospitalizados com Covid-19.

O PTC299 também está sendo desenvolvido para o tratamento de indicações de câncer e foi extensivamente estudado em nove ensaios clínicos em mais de 300 indivíduos, incluindo pacientes com câncer e voluntários saudáveis. Além disso, está atualmente sendo estudado em um ensaio clínico em pacientes com leucemia mieloide aguda (LMA). Em um estudo clínico, os resultados mostraram que a droga inibiu o DHODH, confirmando o mecanismo de ação nos pacientes.

Sobre o PTC299

O PTC299 é uma pequena molécula oral experimental que inibe a enzima celular dihidroorotato desidrogenase (DHODH). Recentemente, o DHODH foi independentemente identificado como um dos três principais alvos mais promissores para intervenção na Covid-19. O PTC299 está sendo avaliado para o potencial tratamento de pacientes com Covid-19.
Com um novo mecanismo de ação dupla, o PTC299 inibe a atividade DHODH, o que leva a uma redução na biossíntese de pirimidina e na replicação viral do SARS-CoV-2 e modula seletivamente a resposta imune, aliviando a tempestade de citocinas inflamatórias induzida pelo estresse.

O PTC299 tem atividade antiviral de amplo espectro e inibição potente de vários vírus de RNA com baixa potência nanomolar. Atualmente, o PTC299 também está sendo avaliado em um estudo clínico em andamento para leucemia mieloide aguda (LMA).

 












Fechar


SnifBrasil é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifBrasil é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifbrasil.com.br.
Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifBrasil, pelo e-mail suporte@snifbrasil.com.br

Seu IP: 18.204.42.98 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)