Hora certa:
 

Notícias

Governo verifica 50 mil inconsistências nas vacinações, como doses aplicadas em falecidos

O governo federal encontrou cerca de 50 mil inconsistências nos regitros nas vacinações do País. Os casos incluem vacinas contra a Covid-19 aplicadas em pessoas falecidas, mais de duas aplicações no mesmo CPF e imunização de cidadão que não atua na área da saúde dentro desse grupo prioritário. 

A Controladoria-Geral da União (CGU) vem observando todos os registros de pessoas que receberam doses da vacina, para evitar fura-filas e garantir que os imunizados fazem parte dos grupos prioritários do Plano Nacional de Imunizações (SIPNI).

A análise é feita a partir do sistema de informações do Ministério da Saúde, por meio de cruzamento de dados. As inconsistências serão discutidas entre a pasta e a CGU, para a adoção de providências junto aos estados e municípios.

O governo federal avalia que o percentual de falhas das aplicações é considerado pequeno, chegando ao máximo de 0,5% das vacinações de todo o país, mas lembra que, além de grave desvio ético, furar-fila pode resultar em “responsabilização administrativa ou judicial dos envolvidos”. 

Fonte: Brasil 61












Fechar


SnifBrasil é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifBrasil é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifbrasil.com.br.
Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifBrasil, pelo e-mail suporte@snifbrasil.com.br

Seu IP: 18.206.177.17 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)