Hora certa:
 

Notícias

Maior parte dos estados brasileiros ainda apresenta níveis críticos relacionados à pandemia, revela Fiocruz

Apesar de a disponibilidade de leitos de UTI para pacientes com Covid-19 ter se mostrando uma questão menos crítica nos últimos dias, um boletim divulgado pela Fiocruz revela que boa parte dos estados ainda estão em alerta máximo em relação à propagação da doença. Entre eles estão Tocantins, Santa Catarina, Goiás e o Distrito Federal.

O documento é divulgado quinzenalmente e apresenta um panorama geral do cenário epidemiológico da pandemia, com indicadores-chave para o monitoramento da situação nos estados e regiões do país. Sobre o número de casos confirmados e de óbitos, o levantamento aponta que a maior parte dos estados apresentou condições de manutenção da pandemia em níveis ainda críticos nas duas últimas semanas epidemiológicas, do dia 26 de julho ao dia 8 de agosto. 

Pelo relatório, também é possível notar que houve uma ligeira tendência de queda no número de casos e óbitos pela doença em Rondônia, Sergipe e Rio de Janeiro. No Paraná, em Santa Catarina e no Mato Grosso do Sul foi observada tendência de aumento de casos e mortes. Outro dado preocupante é a alta taxa de letalidade observada no Rio de Janeiro e Pernambuco, o que pode indicar a deficiência na realização de testagens e a gravidade dos casos de Covid-19.












Fechar


SnifBrasil é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifBrasil é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifbrasil.com.br.
Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifBrasil, pelo e-mail suporte@snifbrasil.com.br

Seu IP: 34.234.223.162 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)