Hora certa:
 

Notícias

5 dúvidas frequentes sobre Reposição Hormonal na Menopausa

Pesquisa realizada em 2022, afirma que mais de 30% das mulheres brasileiras relacionam menopausa à velhice, e mais da metade delas, ainda tratam o assunto como tabu.

Os tratamentos e métodos utilizados para amenizar os sintomas da menopausa também são desconhecidos por grande parte das mulheres.

Beatriz Tupinambá, médica ginecologista especialista no assunto, lista 5 curiosidades recorrentes sobre uma das alternativas para o enfretamento da menopausa: a Reposição Hormonal.

Reposição hormonal engorda?

Essa é uma das grandes dúvidas entre o público feminino. Na verdade, estudos mostram que a reposição hormonal pode causar retenção de líquidos e aumento de peso em algumas mulheres, mas não é uma regra para todas e por isso é importante estar ativa nas atividades físicas.

Mulheres que tiveram câncer e fizeram tratamento oncológico podem fazer reposição?

A resposta pode variar dependendo do tipo de câncer, estágio da doença e tratamentos anteriores. Consulte sempre seu médico para uma avaliação precisa.

Com idade existe a necessidade de iniciar o protocolo de reposição hormonal?

Não há uma idade específica para iniciar a reposição hormonal, pois isso depende das necessidades e condições de saúde de cada mulher. Geralmente, é recomendado discutir essa opção com seu médico a partir dos 40 ou 50 anos.

Mulheres com históricos de câncer na família podem optar pelo tratamento?

Essa é uma questão que deve ser avaliada individualmente com seu médico, levando em consideração o tipo de câncer, histórico familiar e outros fatores de risco.

Para quem a reposição hormonal é indicada?

É indicada para as mulheres que possuem sintomas da menopausa que atrapalham o cotidiano e relações interpessoais.

Também é recomendada quando existe um risco maior de desenvolver doenças como osteopenia, por exemplo.  

Para a Dra Beatriz Tupinambá, com conhecimento e assistência profissional adequada, a menopausa tende a ser a melhor fase da mulher, e cita vantagens como o fim dos ciclos menstruais, TPM, preocupação com período fértil, maior tempo de autocuidado, maturidade e homônimos administrados como algumas das vantagens.  












Fechar


SnifBrasil é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifBrasil é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifbrasil.com.br.
Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifBrasil, pelo e-mail suporte@snifbrasil.com.br

Seu IP: 44.210.99.209 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)