Hora certa:
 

Notícias

3ª Prêmio União Química de incentivo à pesquisa em anestesiologia premia novos ganhadores

A União Química reconheceu os trabalhos de médicos e residentes na 3ª edição do Prêmio União Química de incentivo à pesquisa. A iniciativa conta com o apoio da Sociedade Brasileira de Anestesiologia (SBA) e tem o objetivo de incentivar a pesquisa científica dos residentes e médicos em especialização, reconhecendo o valor dos seus trabalhos para a evolução da prática anestésica.

"O prêmio representa o comprometimento científico e a visão de futuro da companhia com a biotecnologia e produtos para anestesia. São atributos que estão no DNA e são a vocação da União Química. Este momento é de grande aprendizado, tanto para os anestesistas quanto para a companhia", ressaltou Dr. Miguel Giudicissi Filho, Diretor Médico da União Química.

O evento contou com a presença do Dr. Luis Antonio dos Santos Diego, presidente da Sociedade Brasileira de Anestesia (SBA), que destacou a importância de despertar o interesse científico. "A SBA se sente prestigiada em participar deste momento, pois temos a missão de formar, treinar, certificar e representar a anestesiologia no país. Este é um prêmio que estimula os jovens em especialização e médicos anestesiologistas a se empenharem com esses valores".

A cerimônia premiou os quatro melhores trabalhos científicos em duas categorias, com foco na evolução da prática anestésica e os vencedores tiveram seus trabalhos avaliados a partir da seleção de 7 finalistas.

Para Geórgia Coêlho de Alencar Barreto, que ficou em 1º lugar na categoria Pesquisa Concluída pelo projeto Montagem auricular do sensor para índice bispectral (BIS): estudo clínico analítico de concordância à montagem frontotemporal, o prêmio União Química foi um incentivo para que se aprofundasse mais na pesquisa. "Ser reconhecida por um prêmio de relevância nacional e sério me estimula a crescer na área da anestesiologia. Me fez sair da zona de conforto, a querer melhorar meu trabalho e contribuir mais para a especialidade. Tenho certeza de que trará um impacto para minha carreira", afirmou.

No caso de Marco Aurélio dos Santos Carvalho, vencedor na categoria Projeto com o trabalho Relação entre uso de semaglutida perioperatória e resíduo gástrico aferido por ultrassonografia gástrica, foi uma satisfação receber o prêmio pelo trabalho realizado. "Acredito que este prêmio tem um grande valor para incentivar jovens recém-formados e residentes a produzirem e apresentarem os seus trabalhos. Com certeza é algo que marcará minha carreira", ressaltou.

Recorde de participação

A 3ª edição do prêmio foi marcada pelo maior número de projetos e pesquisas já submetidos. Isso reflete o crescente interesse e envolvimento da comunidade médica com a pesquisa em Anestesiologia. Um destaque importante foi o aumento da participação das mulheres, com 34% de candidatas do sexo feminino e 66% de candidatos do sexo masculino. Entre os finalistas, 57% eram mulheres.

As inscrições contemplaram participantes de nove estados brasileiros, demonstrando uma expansão geográfica significativa. Os estados representados foram Ceará, Goiás, Maranhão, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e São Paulo, evidenciando o alcance nacional do prêmio e sua crescente relevância em todo o país.

No que diz respeito ao ano da residência dos inscritos, houve uma representação equitativa, com 8% cursando o 1º ano, 24% o 2º ano e 68% o 3º ano de residência. Isso demonstra o compromisso de residentes em diferentes estágios de formação com a pesquisa científica.

Os tipos de trabalhos inscritos abrangeram uma ampla gama de temas significativos em Anestesiologia. Os dados revelam que 46% dos trabalhos estavam relacionados ao Tema 1 (Qualidade, sustentabilidade e segurança do paciente), 26% ao Tema 2 (Técnicas anestésicas) e 29% ao Tema 3 (Desfechos pós-operatórios). Essa distribuição reflete o empenho dos inscritos em explorar diversas áreas da Anestesiologia e abordar uma variedade de questões clínicas e científicas.












Fechar


SnifBrasil é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifBrasil é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifbrasil.com.br.
Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifBrasil, pelo e-mail suporte@snifbrasil.com.br

Seu IP: 34.239.158.223 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)